domingo, 17 de agosto de 2008

Ei, ou! A mim ninguém me mata, c*****o!

Diário de um Macho Latino*


Escrevo esta merda, carago, num rótulo de cerveja. Espero que algum paneleirote que encontre isto aprenda a ser homem, c*****o:

Começamos já por aí! Afinal para que serve o cagueiro? Para cagar! Ora, c******s me f***m, porque é que alguém havia de querer lá meter coisas? No meu nem um supositório metido pela Soraia Chaves entrava, f***-se! Filho meu que dissesse que era paneleiro... Dizia logo "és mesmo um filho da p*** e o teu pai é um abafa croquetes de primeira! Vai ser caga-para-dentro noutra casa!" Homem que é mesmo homem macho a sério, repugna qualquer contacto com outro homem. Um aperto de mão é mais do que suficiente. E as mãos tem que estar sempre livres. Para quê, pergunta o paneleiro que encontrar isto. Eu respondo. A mão esquerda sempre livre, pois é essa que tem a unha do mindinho grande, que serve para limpar o ouvido, coçar as zonas de difícil acesso, palitar os dentes e apertar parafusos. A mão direita tem que estar sempre a cofiar os pêlos do peito, expondo-os para fora da generosamente aberta camisa, cofiar o bigode farto e claro, coçar o saco.
E mais, macho que é macho assim mesmo macho à séria está sempre alerta para deitar o olho às vitelas que passam. E elas que não se façam de esquisitas. O gajedo deseja-me. Elas dizem "Ah! O bigode, que horror! E os pêlos, que homem asqueroso! A tua barriga é enorme, porco!" e até mesmo "Se eu, tu e um macaco fôssemos as últimas pessoas na terra, eu fazia sexo com o macaco!". Mas eu sou um gajo inteligente, e não só extremamente atraente. Eu vejo para além disto. As gajas desdenham-me porque na realidade querem que eu lhes arranhe as pernas com o porco espinho que me faleceu no lábio superior. E querem brincar com a minha... Ai como se chama... Unha, pois. Eu não sou burro. Por isso é que olho para elas com ar guloso, literalmente dando-lhes prazer só com o olhar que lhes lanço. Por brincadeira dizem "És um porco NOJENTO! Sabes o rídiculo que és?! Metes nojo!" mas eu respondo sempre "Eiiii, cabritinha! Anda cá que eu mostro-te o que é ser mulher!". Que na minha opinião é cozinhar, cuidar dos filhos, não me lixar a cabeça e abrir as pernas quando eu quero. E as gajas gostam disso. Então se eu já lhes faço o favor de lhes dar isto tudo que eu sou, acho que não é pedir demais. Ainda fico prejudicado, porque estou a perder vigor que podia usar para comer as vitelas que tem idade para ser minhas filhas. Que acontece mesmo muitas vezes, pois elas não me largam. É a sina de um macho latino como eu, c*****o!
Nesta altura sei exactamente o que estão a pensar. É "Então esse rótulo de cerveja nunca mais acaba? F***-se! É maior do que o teu tronco!". Está mesmo a acabar. Paneleiros rabixolas, convertei-vos! Gajas e vitelas, não vos fazeis de sonsas e abordem-me na rua, eu sou generoso, c*****o! Eu dou-vos aquilo que mais nenhum homem vos dá: muito pêlo para pentear. Só não admito palavrões! E não me lixem a mona por causa da barriga, não percebem que é para apoiar o peso da corrente? Como se não gostassem... Agora tenho que ir porque além de isto estar a acabar, tenho duas quecas para dar, uma mulher para dar umas traulitadas porque o benfas perdeu, f***-se, e umas quantas cervejas com tremoço para emborcar javardamente.

*Aviso prévio: Este diário tem palavrões como merda. Porque eu sou um gajo decente, e que sabe o que "prévio" quer dizer, aviso as pessoas.

9 comentários:

Salto-Alto disse...

LOL! afinal ESTE é que é o melhor diário de todos! :) Afinal também escreves bem sem as saudades. Beijo

Ninja! disse...

Obrigado Salto, ainda bem que gostaste!
Queria fazer disto um texto um bocado para o ordinário, mas que não caísse no mau gosto. Sabes como é, macho é macho...

saves disse...

LOL. Está porreiraço. Ca noijo d'home.

Ninja! disse...

Obrigado saves! Ainda bem que te tocou. :P
Resolvi editar e meter uns *'s. Embora a palvra seja a mesma, e eu não tenha qualquer problema com o uso de palavrões desde que não se usem para ofender, alguns leitores podiam não gostar. Assim sempre atenua a coisa. As pessoas ainda vão pensando "vá lá que o André não é um porco total." Espero eu...

Salto-Alto disse...

Infrutífero, já toda a gente sabe que és um javardo.

Ninja! disse...

Salto LOOOOOOOOOOL! Bom, ao menos um javardo simpático?... :P

pensamentovadio disse...

o texto ta genial, é que parece que tou a ver o tipo, pah é msm tipico! será k os nordicos sao assim?! rrrrr

Bloguótico disse...

Estes diários são de partir a moca a rir, c*****o!! F***-se, muito bom, mesmo! ;)

Ninja! disse...

Pensamentovadio e Bloguótico, fico mesmo muito contente que tenham gostado, e que se tenham rido! Muito obrigado!

Abraço para o Bloguótico e beijo para a pensamentovadio, que não há cá paneleirices, c*****o!