domingo, 19 de julho de 2009

Teoria do flato

Outro dia, estava à conversa com o meu irmão, e puff. Não era Chocapic, foi mesmo ele que se descuidou. Logo após tapar devidamente as narinas, enquanto ele agitava os braços para "empurrar" o cheiro na minha direcção, conversámos sobre mulheres e mais não sei o quê, e foi quando surgiu esta ideazita. A qual aproveitaria para lhe agradecer, mas não o farei. Isto porque ele não lê blogues, argumentando e justificando o porquê disso com "eu faço sexo regularmente". Apesar de eu saber que volta e meia lá anda ele a ler o que escrevo e a dizer "Ai André, André! Tenho tanto para aprender contigo, maninho".

E então, a ideia é a seguinte, e lá mais adiante já vão compreender porque comecei com o puff.
Ao longo da História, o homem (e refiro-me ao sexo masculino, e não a toda a humanidade) regra geral, tem vindo progressivamente a tornar-se menos e menos violento na resolução de conflitos. E a culpa é das mulheres!

Na época do Homo-Sapiens, se o vizinho me tinha roubado o javali, dava-lhe uma traulitada na cabeça com um qualquer utensílio manufacturado e transformava-o em mobília. Então, a mulher queixou-se: "Nem penses que me vou sentar em cima do Krotingas! O tipo fede a mamute!". Então, o homem passou só a dar as traulitadas.

Saltamos no tempo, para a Idade Clássica, e posteriormente para a Idade Medieval. Andava-se à espadada por tudo e por nada. Nas cruzadas, andávamos às turras com os Mouros. Persistiam as traulitadas, mudou apenas a engenharia dos utensílios, portanto. Bons tempos. Então, a mulher falou: "Nem penses que te vens sentar à mesa cheio de sangue de turco na armadura! Já está na altura de cresceres, estamos nos tempos modernos.".

O homem cede. Enquanto passámos, efectivamente, pela Idade Moderna, aperfeiçoamos o uso das armas de fogo, para podermos matar à distância e não termos que ouvir os queixumes das mulheres. Chegamos ao cúmulo de já nem sequer podermos dar sopapos uns nos outros, temos que usar uma luva branca e esbofetear o adversário com ela... Então, ainda não contente, a mulher falou novamente: "É que fedes a suor! Fedes! Com esses duelos de armas todos, ficas todo nervoso e vens todo suado para casa! É a suor e a pólvora! Isto tem de acabar..."

E assim prossegue a História, até chegar aos nossos dias. Com tanto azucrinar, já não podemos fazer nada. Andar aos tabefes é uma estupidez. Brincar com pistolas de plástico é uma infantilidade. Só temos o nosso último reduto, as flatulências. Não é infantil, como as mulheres dizem, achar piada só à palavra peido. De facto, os gases são o último mediador de conflitos autorizados pela sociedade moderna. Estamos reduzidos a ver quem dá o traque mais barulhento ou a bufa mais fedorenta. O vencedor é aceite e o seu ponto de vista valorizado sem mais discussões. Aliás, ainda nos rimos por cima.

Daí que, a cultura da flatulência seja tão valorizada entre os machos. Temos uma boa percentagem de vocábulos para nos referirmos a eles, pois existem diferentes tipos. Vou expor os três principais:
- O Traque, é a forma de flatulência que vai buscar o seu nome ao som "Trrrrráááá!" que produz ao ser expelido. Apresentam um nível de odor mínimo, mas fazem uma barulheira descomunal;
- A Bufa, é de todos o mais letal. Também o nome deriva do ruído característico que produz a ser expelido, que se assemelha a um sopro. O nível de odor é máximo, e na maior parte das vezes, é completamente imperceptível para o ouvido humano. Ideal para ganhar argumentos ou conseguir aquele lugar no autocarro. São os meus preferidos, porque são autênticos Ninja-Flatos e porque são irónicos, pois apesar de quase sem barulho, arrumam com qualquer traque. Tipo o Yoda em Star-Wars;
- O Peido ou Farpa: É uma mistura de ambos os géneros anteriores, apresentando níveis intermédios de odor e de ruído. É consistente.

Posto isto, aturámos as mulheres a refilarem de tudo o que for preciso, mas o flato é sagrado. Vamos lutar, se for preciso, para mantermos o nosso direito ao peido! E se o tivéssemos feito há uns milhares de anos atrás, ainda andávamos com mocas de madeira ao cinto.

E então, já compreendem o puff? É que só havia um único Kinder-Bueno quando comecei a conversa com o meu irmão. Ele ganhou-o, e até à data, continua imbatível. Mas eu vingo-me! Há uma semana que só como feijões e ervilhas.

40 comentários:

Sophie disse...

LOOOOL
Ok ok...a culpa da não violênca é nossa.
Fiquem lá com o peido e com a bufa e sabe-se lá que mais LOL

beijinho

Filipa disse...

Que dois que se juntaram... A vossa mãezinha deve sofrer mesmo muito nas vossas mãos... É que sinceramente, não lembra a ninguém... :P

ainda por cima deixas o Ninja-Júnior ganhar?

E "é, é!"... Ele diz que não lê blogues e não sei que mais, mas tinha no msn a dizer Visitem este e este blogue, a referir-se ao teu e ao da Saltinho, foi por aí que vos conheci :p graças ao "ei, amigos de blogue, comentas o meu blogue e eu depois comento o teu e ficámos super amigos...aiiii....uiiii"... :P é assim o teu irmão :P

Lua Escondida* disse...

Lool
Sempre ouvi dizer uqe o piorzinho era o peido-ninja: silencioso mas mortal!!!

=)

quase Eu disse...

Ahahahah, também há quem consiga matar com o hálito, mas isso é do pessoal mesmo mesmo moderno...

Larose disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA ...... estou no trabalho ....... e li o teu post em voz alta foi gargalhada geral ...... tens aqui uma dúzia de fãs!

Fátima disse...

Realmente não há uma conversa séria aqui por estes lados! :)

Depois de ler o post, percebo que tu entendes muito da coisa, é uma teoria imensa!

Olha, o que vale é que sempre que por aqui passo é uma risada pegada!

Haja pessoal com sentido de humor!!

Bloguótico disse...

Ora faz favor de agradecer ao irmão, sim?! Sem ele, possivelmente este post não estaria aqui!! Essa descrição dos ditos, está fenomenal!!!

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Storyteller disse...

Isto dava uma verdadeira tese de doutoramento!

Coiso disse...

Obrigado Ninja!

Com esta explicação dos tipos de flatos posso considerar-me uma pessoa muito mais culta! ;)

Demais (para não variar...)!

Abraço!

Pretty Flower disse...

Um dia às de conseguir, um dia... :)

É por isto que eu adoro vir aqui, vale sempre a pena porque solto sempre umas quantas gargalhadas! :D

bj*

Anne disse...

se o Z* aí estivesse ganhava aos dois... realmente é uma arma de destruição em massa... :)
quanto ao resto é óbvio que as mulheres são o impulsionador da evolução da espécie humana... sem nós, vocês não passariam de selvagens primitivos... :P

Pochinha disse...

Não te preocupes que um dia as muheres hão-de conseguir parar os flatos...

MUAHAHAHAHAHA!

...

Pronto, pronto, nós também gostamos de homens a sério, e de preferência que nos saibam defender! Podiam era arranjar outras armas... =P

Rosie Dunne disse...

eheheh grande teoria!

Sílvia disse...

Loool muito bom...

Isto é que são teorias elaboradas

***

Abobrinha disse...

Meu menino

Isso... é guerra química!

Esqueceste-te de mencionar em "farpa" a possível libertação de matéria... digamos... fecal em quantidades que variam de vestigiais a algo mais substancial. Aí podemos elevar-nos a guerra biológica...

Joaninha disse...

Um dia chegas lá tenho a certeza ;)

Um abraço ao teu irmão pela inspiradora conversa.

beijos

Lipa disse...

Tens uma lata descomunal... Vens ter comigo "ah e tal, tive esta ideia para um post, achas que é engraçada?" e só me contas 2 frases. Eu venho aqui à espera de ver um bom post, com uma boa piada, chego aqui e vejo um texto soberbo com piadas de cima a baixo. Confesso que esbocei um sorriso, ainda que o post só fale de peidos.
É caso para eu acabar com a minha deixa do costume: "Obrigada meu Deus por me fazeres mulher e assim, com inteligência e sensibilidade suficientes para não achar piada a gases!"

:p

Maria disse...

Um amigo meu a cada santo dia que estava comigo proferia a frase "vou dar um pum". Para me irritar um bocado. Eu não acreditava (deviam ser ninja-flatos), até que um belo dia o "trááá" se fez ouvir.
Ah e tal, é gajo, compreende-se. Mas se a rapariga estiver com problemas de gases vai ter que ficar com uma bela dor de barriga. Está mal.

Sherlock and Watson disse...

O Ninja,não havia melhor maneira de eu começar a minha manhã no escritório.Quando chegar a casa vou mostrar este texto à minha namorada.Esta sua teoria é a melhor de todas.Abraço.

Olhos Dourados disse...

LLOOLL, e temos nós gajas de viver com isto!

Peter of Pan disse...

A última frase preocupa-me... espero encontrar-me a um mínimo de 300km longe de ti!

pensamentovadio disse...

Moral do post:

E a mulher criou a civilização! Agora só lhe falta acabar com os maus cheiros!

:)

izzie disse...

Uuuui que me sinto tãaaaao mais culta... ou não, ou não!
Mas ao menos já temos utilidade neste mundo... diminuimos a violência ;)

opinião própria disse...

Todos os pequenos direitos devem ser preservados, contrariamente ao que José Sócrates pensa... (desculpem a intromissão politica mas toda esta conversa fez-me lembrar o JS...)

Daniela disse...

Tu e as tuas teorias malucas! xD

Adorei!

**

Martiniska disse...

LOOOOOOOOL fiquei muito esclarecida :D
obrigada!

Tisha disse...

Enfim... nós mulheres culpadas de todo o mal, e agora de todo o bem, neste mundo! Se fazemos guerra é porque fazemos, se as travamos é porque travamos! Bahhh vá lá alguém perceber-vos! :P

Icon disse...

uiii
que esta conversa tem muito que se lhe diga...
um dia eu acrescento à tua teoria :D

Joaninha disse...

OLha esqueci-me de te dizer, dá uma beijufla à menina dos saltos altos ;)

beijos

Anónimo disse...

Obrigada pela lembrança e simpatia Joaninha! Um beijinho também para ti! :P

Salto-Alto

profpardal disse...

Ahahahahah!
Que post malcheiroso! Só mesmo um homem...

★ Aralis ★ disse...

LOLOLOLOL


Do melhor este texto! Com cronologia e tudo, " a evolução do bicho".lolol

jokitas

Mna. Margarida disse...

Não grites vitória muito tempo!... Nós, mulheres, ainda vamos conseguir acabar com isso! Ai vamos vamos! =P

Ninja! disse...

Sophie, ah pois ficámos! E não se queixem! xD

Filipa, achas que sofre? Ela nem dá por nós... :P Claro que o deixo ganhar, já cheiraste os dele? :S
É verdade, ele é só garganta! :D

Lua Escondida*, pois claro! Perigo!

quase Eu, não digas nada, também já encontrei uns assim... Qualquer dia escrevo qualquer coisa sobre isso!

Larose, que maravilha, hehe! Muito obrigado, fico muito contente! :D

Ninja! disse...

Fátima, ainda bem que gostaste... Se ficasses ainda mais deprimida é que era mau para mim! :D Obrigado! :)

Bloguótico, hihi! Já agradeci, em nome do Cowboy Areias. Claro está, quase foi ao céu, és o ídolo dele... :P

Storyteller, hehe! Fica a ideia! Hoje em dia o Ensino Superior é só merda, portanto...

Coiso, hehe! Obrigadinho! :D

Pretty Flower, fico muito contente, muito obrigado! :D

Ninja! disse...

Anne, nada contra o poder do teu namorado, mas olha que pelo menos concorrência à altura tinha, acredita em mim... :P
Ai selvagens primitivos... Machões!

Pochinha, a ver vamos! É uma guerra em curso!

Rosie Dunne, obrigadinho! :D

Sílvia, muito obrigado! :D

Abobrinha, andas muito informada! Até demais! Está mal! Deixa os peidos para quem sabe!

Ninja! disse...

Joaninha, olha que não sei, ele está cada vez melhor... :(
Eu entrego, hehe!

Lipa, sim sim, como se as mulheres não os dessem! ;)

Maria, não faço as regras, hehe! Que culpa tenho eu que uma uma mulher a largar-se seja completamente contra-producente? :D
Muito obrigado pela visita e pelo comentário! :)

Sherlock and Watson, é o que eu faço, alegrar a vida das pessoas, um dia de cada vez... xD Muito obrigado, espero que a sua namorada tenha gostado...

Olhos Dourados, claro! E e! Já vão com sorte!

Ninja! disse...

Peter of Pan, hehe! Eu aviso! :D

pensamentovadio, nem penses, isso nunca!

izzie, hehe! Lá isso, não posso argumentar! :D

opinião própria, hehe! Sem dúvida, excelente comentário. :) Muito obrigado por ele, e pela visita. :D

Daniela, é verdade, sou mesmo demente! :P Muito obrigado. :)

Ninja! disse...

Martiniska, hehe! É o meu trabalho, é o meu trabalho... :P

Tisha, é assim, não vencedores nem vencidos, hehe! Mas a luta perpetua.

Icon, conto contigo então, hehe. :)

profpardal, claro, tinha que ser... ;)

★ Aralis ★, hehe! Muito obrigado, ainda bem que gostaste. :D

Mna. Margarida, nem penses, isto ainda vai dar muitas voltas... :D

VCosta disse...

Os bufos ou "ameixas" como carinhosamente lhes chamo são destrutiveis e tb os meus preferidos!!! hehehe