quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Bedum?

Empregado de Mesa (E.M.): Então, que tal estava o bife?
Cliente difícil (C.D.): Estava assim-assim... Que é como quem diz mau.
E.M.: Então, mas porquê? O bife não estava bom?
C.D.: O bife sabia à palha.
E.M.: À palha? Mas isso quer dizer o quê? O senhor já comeu palha?
C.D.: Não, mas sei que não sabe a nada. Assim como o bife.
E.M.: Então e os rissóis?
C.D.: Os rissóis sabiam a bedum.
E.M.: Bedum? Não se importa de me esclarecer?...
C.D.: Bedum, homem! Bedum é aquela gordura do animal que sabe mal. E o rissol transbordava bedum.
E.M.: Mas a chouriça gostou, não? É uma especialidade da casa!
C.D.: Pá, não quero ser esquisito, mas a chouriça, além de bedum, sabia a petróleo.
E.M.: Como, a petróleo?!
C.D.: Eu explico. Agora já não fazem os fumeiros como antigamente. Pegam fogo a petróleo, num balde, e metem os enchidos em cima. É o método industrial, para despachar. E esta chouriça era industrial, não era da casa caro amigo...
E.M.: Ouça, não vou discutir consigo, obviamente é um homem com gostos... Particulares. Quer provar o peixe?
C.D.: Uiii, nem pensar. Mais petróleo não.
E.M.: Não me diga que também acha que marinamos os peixes em petróleo.
C.D.: É claro que não, isso seria ridículo. Eles sabem a petróleo porque os barcos de pesca, para não terem problemas de Z.E.E. marítima, vão pescar em sítios onde houveram descargas petrolíferas e os peixes veêm todos a saber a isso.
E.M.: Certo... Imagino que o vinho também não estava do seu agrado?...
C.D.: Uma zurrapa feita a martelo, deveras.
E.M.: Bom, não posso dizer mais nada a não ser lamento muito por si. E pelo almoço também.
C.D.: Que quer dizer com isso?
E.M.: Nada, nada... Café ou sobremesa?
C.D.: Café, se não souber a mijo de rato. É que os gajos lá dos armazéns,têm aquilo mal fechado, e depois os ratos vão dar as mijas para cima das embalagens de café e depois é o que se sabe. E pode ser também uma fatia de pudim, se for francês. Não quero pudim de laranja, que às vezes é o que vocês têm e dizem que é francês.
E.M.: Vou fazer os possíveis. Mas posso-lhe perguntar uma coisa? Se não gosta de nada aqui, porque não vai a outro lado da próxima?
C.D.: Porque na Pizzaria não posso entrar. O dono levou a mal quando lhe perguntei quais eram, da lista, os ingredientes que faziam mal aos clientes. E no outro aqui lado nem pensar. Aqui o bife sabe à palha, mas lá sabe a estábulo.

18 comentários:

Alguém disse...

Sim senhor... gostos particulares é pouco! ihih

excelente post!!

L!NGU@$ disse...

Cliente especial e sabido, isso sim. :p

Salto-Alto disse...

Não sei o que comentar... Parabéns não chega e "está genial" soaria a graxa. "Do melhor" ou "Mesmo muito muito bom", pode ser?

Furetto disse...

Quem diz a verdade... não merece castigo... eheheheheheh

Sherlock and Watson disse...

Essa do bedum está engraçadíssima. Sinceramente, este é um grande texto. Tenho de o felicitar pela escrita, pela imaginação e pelo seu humor, que ficam cada vez melhores texto após texto. Abraço.

DANTE disse...

Há malta complicada. lollllll
Estes tipos dos reataurantes têm umas deixas fixes para clientes destes , tipo: "Bife? Sim senhor! Quer vaca ó(u) porco?" ;D

Um abraço

XS disse...

Vá para mim estavas era a fazer-te ao jantar de borla...

Anónimo disse...

Fartei-me de rir! Tá óptimo =D

Escreves bem e és criativo, só gostava de fazer 1 pequeno reparo, já que é 1 pena haver 1 erro crasso num texto tão bom. Não existe "houveram" é sempre houve! ;)

Parabéns pelo texto!

**
Marta

Salto-Alto disse...

A Marta é das minhas! :) Existe "houveram", mas é uma excepção tão rara que realmente é como se não existisse :)

sonhos/pesadelos disse...

está o máximo, aliás como todos os outros. gostei da zurrapa...
bjs endiabrados

L!NGU@$ disse...

Não sei bem como te dizer isto, mas tive que te usar para um desafio no meu blog. Matas-me depois. Agora tens que ir lá ver.

Snoopy disse...

Muito bom o texto!

mas as pizzas tb podem levar ananás e isso é uma coisa saudavel para não falar q é afrodisiaca! :P

gosto especialmente de opuvir alguem no restaurante perguntar se tem "fruta seca"! imagina lá! são palitos!!! :D

Snoopy disse...

tens um desafio estupido no meu blog tb! :P

Anjo Negro disse...

ADOREI ... ADOREI ... ADOREI ...
Qual katana, qual shuriken,
porque haveria de cortar algo tão bem escrito, e faz rir a bom rir ???

Home, os Ninjas são Fixes, continua a escrever como
um que és...
Beijitos Anjo Negro

Coringa disse...

Vim cá ter por acaso e foi uma surpresa muito mais do que agradável. comecei por ler os últimos textos que publicaste e quando dei por mim ja tinha lido todos os textos do Ninja e confesso-me um fã. Vou voltar e recomendar, não que isso valha de muito, não sou assim uma pessoa muito importante lol
Só queria desejar os parabéns por teres um blogue tão bom e muito jeito e imaginação para escrever.

miss j0 disse...

hahaha cliente difícil em tempos difíceis. é justo ;)

Ninja! disse...

Alguém, muito obrigado! =)

L!NGU@$, estou a ver que te identificaste com a personagem!

Salto-Alto, qualquer um deles me agrada, por isso obrigado por todos! :P

Furetto, hehe, estou a ver que tens más experiências no que toca a restaurantes!

Sherlock and Watson, muito obrigado, é sempre óptimo para o ego os seus comentários!

DANTE, lol! Sempre com comentários à altura! =)

XS, ah! Apanhaste-me! :P

sonhos/pesadelos, muito obrigado! =)

Anónimo (Marta), muito obrigado pelos elogios!
Já quanto ao erro na conjugação do verbo, HOUVERAM existe sim, e é o Pretérito Perfeito do Indicativo, nada de muito complicado. Mas com efeito, é poucas vezes empregue.

Snoopy, hehe! É sempre bom ouvir mais histórias destas! :P

Anjo Negro, muito obrigado pelo comentário e pela visita. É sempre bom conhecer mais leitores e ainda por cima com comentários tão simpáticos como o teu. Fico muito satisfeito por teres gostado do texto! =)
Volta sempre, abraço!

Coringa, muito obrigado pelo comentário e pela visita, fico mesmo muito satisfeito que tenhas gostado tanto e principalmente que o que escrevo tenha surtido em ti o efeito desejado: fazer rir.
Volta sempre, abraço!

miss j0, obrigado pelo comentário e pela visita! Realmente, este cliente é produto do meio em que vivemos, sem dúvida.
Volta sempre, abraço!

Coringa disse...

Ninja, claro que voltarei, sem dúvida. Este é dos poucos blogues mesmo diferentes e originais que se encontra por aqui. Obrigada pela resposta e parabéns pelo blogue e pelo jeito que tens.